20 de abril de 2011

E quando o segundo Sol chegar?




Gliese 710 é uma estrela anã vermelha, localizada na constelação Serpens, sua massa é estimada +/- a metade da massa do Sol. Sua distância da Terra é de aproximadamente de 63,0 anos luz. Mas, segundo cálculos dos astrônomos, sua distância daqui a 1,4 milhões de anos chegará 1,1 anos luz da Terra, isso equivale a 70 vezes a distância da Terra ao nosso Sol, e ela será uma estrela de primeira magnitude tão brilhante quanto Antares.
Gliese 710 tem uma chance de 86% de sair da nuvem de Oort, nuvem esférica de cometas no exterior do sistema solar, e entrar em nosso sistema daqui a cerca de 1,4 milhões de anos.
Em 1999 uma equipe de pesquisadores cruzou dados do satélite europeu Hipparcos, que catalogou a posição e o movimento de cerca de 120 mil estrelas na Via Láctea. A pesquisa, publicada no Astronomical Journal, constatou que Gliese 710 provavelmente esteve a uma distância a cerca de 1,1 anos-luz do Sol. Os autores do estudo, concluíram que a “viagem” de Gliese 710 no passado, ocorreu quando houve a dispersão de milhões de cometas, felizmente, porém, para fora de nosso sistema solar.
Gliese 710 poderá atrair cometas para nosso sistema solar interno e, por consequencia colidirem com os planetas do nosso sistema, inclusive a Terra.
Mas, pensando pelo lado positivo, se a humanidade chegar até essa data sem se autodestruir, já será um grande feito!

Estrelas de nêutron e Joy Division

Em 1979 a banda inglesa de pós-punk, Joy Division, lança seu álbum de estreia, o Unknown Pleasures. O álbum foi gravado em abril de 1...