8 de outubro de 2012

Asteroide passará muito próximo da Terra em 12/10/2012



Através de imagens feitas pelo telescópio Pan-starrs, no Havaí um novo objeto foi descoberto em 4 de outubro de 2012. Batizado como 2012 TC4, o objeto teve seu tamanho estimado em aproximadamente 30 metros. De acordo com os cálculos, a rocha raspará a Terra em uma altitude realmente preocupante.

As primeiras análises orbitais mostraram que o objeto se aproximaria da Terra a 96 mil km, mas cálculos mais refinados indicaram que essa aproximação será maior que o previsto e na sexta-feira a rocha chegará a menos de 77 mil km de distância do planeta, o dobro da altitude dos satélites geoestacionários de comunicação. O 2012 TC4 tem um período orbital de 532 dias e no momento da máxima aproximação passará pela Terra a uma velocidade relativa de 24 mil km/h.

A hora prevista para o momento de máxima aproximação será às 02h17 BRT (05h17 UTC). Às 18h30 BRT (21h30 UTC) será a vez da Lua receber a visita do astro, quando 2012 TC4 passará a apenas 100 mil km da superfície lunar.

Apesar da curta distância durante a passagem, não há risco de colisão com nosso planeta.

   Créditos: Apolo11

Quais seriam os efeitos no caso de uma colisão com a Terra?
Asteroides menores são bem perigosos, pois são mais frequentes e mais difíceis de serem avistados.

Com um diâmetro de 30 metros, um impacto com a Terra pode produzir uma energia de 5 megatons (400 vezes superior a bomba de Hiroshima), produzindo uma cratera de 10 a 20 vezes o tamanho do asteroide. Todo o material arrancado da cratera seria arremessado ao redor causando uma chuva de escombros. Seria algo de grande pânico e morte para a região de impacto.

Para acompanhar o envento ao vivo, acesse o site:O Telescópio Virtual 

Estrelas de nêutron e Joy Division

Em 1979 a banda inglesa de pós-punk, Joy Division, lança seu álbum de estreia, o Unknown Pleasures. O álbum foi gravado em abril de 1...